Literatura | Gospel | Pequena Reflexão Lucas 16 : 08.

Num primeiro momento, parece que Jesus ou ainda o proprietário estão elogiando a má conduta ou exaltando aquilo que não é correto: a falta de ética e de princípios que esse administrador teve. É óbvio que não! O que Jesus está vendo nele é a esperteza, a diligência e a visão empreendedora. Por mais que isso possa causar má impressão, ele usou dos melhores artifícios para as coisas injustas.Os filhos da luz não sabem ter a mesma sagacidade, tenacidade e aplicação para fazer o Reino de Deus acontecer. Não sabem usar a mesma diligência para semear a Boa Nova e as virtudes. Por isso, precisamos elogiar que, de fato, os filhos deste mundo são mais espertos, sábios e prudentes que os filhos da luz! Há muitos filhos da luz acomodados, vivem olhando para o alto, rezando, esperando que tudo caia pronto do céu. Não podemos deixar de reconhecer que há muitas pessoas neste mundo trabalhando, aplicando-se para fazer coisas que não vão servir para nada ou serão ruins para a humanidade, mas estão trabalhando; enquanto os filhos da luz estão esperando que tudo caia pronto do céu. É preciso aplicação, determinação, inteligência e uma certa sagacidade quanto à dificuldade que nós, filhos de Deus, temos em usar os meios de comunicação, de usar os meios que a modernidade nos dá para fazermos o Reino de Deus acontecer.Os filhos da luz precisam saber usar os bens deste mundo com prudência e sabedoria, mas é preciso aplicação. Não podemos permitir que os filhos das trevas continuem mais sábios e mais determinados em espalhar mais o joio do que os filhos da luz de espalharem o bom trigo de Cristo.Que Deus nos dê a sabedoria e a diligência necessária!

Seguidores do Google