Literatura | Gospel | Pequena Reflexão | João 21,17.

“Pedro ficou triste, porque Jesus perguntou três vezes se ele o amava. Respondeu: ‘Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo’” (João 21, 17).
Jesus ressuscitado, Mestre e Senhor da vida, aparece a Seus apóstolos, come com eles, agracia-os com o dom de poderem pescar onde não era mais possível encontrar peixes. Jesus se faz um só com eles.Na presença de Cristo ressuscitado, com o corpo glorioso no meio de Seus apóstolos, eles fazem memória de tudo aquilo que o Senhor havia lhes ensinado, o que, por medo e descuido, eles mesmos haviam esquecido.O Ressuscitado no meio deles traz luz, sabedoria, entendimento e compreensão de tudo aquilo que Ele havia ensinado. Um dia, o próprio Senhor confiou a Pedro a direção de Sua Igreja, mas este estava tomado pelo medo, pela vergonha; estava cheio de culpa interior, porque havia negado Jesus três vezes.Jesus não foi perguntar nenhuma vez a Pedro, se ele O havia negado, nem jogou em sua cara o porquê de ele ter feito aquilo. Jesus fez questão apenas de reafirmar se Pedro ainda O amava, se ainda tinha amor por Ele. Por isso, Jesus perguntou três vezes e, em nenhuma delas foi para jogar na cara de Pedro (o fato de ele ter negado o Senhor), mas para apagar o sentimento de culpa e má lembrança de seu coração. Na terceira vez, Pedro até chorou, mas, a cada afirmação de amor, Jesus confiava a ele as coisas mais caras de Seu coração: “Apascenta as minhas ovelhas, toma conta da riqueza do Reino, toma conta do que o Pai lhe confiou”.Sabe, meus irmãos, apesar de nossas fraquezas, apesar de tantas vezes termos negado Jesus com nossos pecados e faltas, com os nossos erros, Ele nunca deixou de nos amar e jamais deixará de afirmar o Seu amor por nós. Todas as vezes que pecamos, Ele tem dez vezes mais perdão para nos dar.

O perdão de Deus não é para gerar em nós sentimento de culpa, de revolta pelo nosso pecado. O perdão do Senhor é para sanar, sarar e purificar o mal que o pecado fez em nós!Todos os dias, precisamos reafirmar a nossa profissão de fé e amor. A cada dia, Jesus pergunta-nos: “Tu me amas?”, e todas as vezes precisamos, mesmo com o coração marcado e manchado pela culpa e pelo sentimento de erro, reafirmar o nosso amor ao Mestre.A nossa confissão de amor paga o nosso sentimento de culpa. A reafirmação de nosso amor ao Mestre eleva nossa alma da culpa à misericórdia, da dor ao revigoramento espiritual. O bálsamo do Mestre é para curar as nossas faltas!




Seguidores do Google