Literatura | Gospel | Pequena Reflexão | João 6,40.



Você pode acreditar: todo aquele que crê em Jesus e leva a vida em Seu nome já possui a vida eterna. Tantas vezes, as pessoas confundem “vida eterna” com vida após a morte, como se a eternidade só começasse depois que morrêssemos. Na verdade, é o contrário.Quando entregamos a vida para Jesus, a eternidade entra em nós e começamos a vivê-la em Cristo. Para entender a diferença, basta ver quando comemos um alimento deste mundo; em qualquer refeição que fazemos, no café da manhã, no almoço ou no jantar, aquele alimento é perecível, sacia a nossa fome do momento, serve para a nossa vida aqui.Todas as vezes que nos alimentamos de Jesus e fazemos d’Ele nosso alimento, não comungamos só para essa vida, mas para a eternidade! Porém, a eternidade não começa só depois, mas agora. Começamos a viver a eternidade todas as vezes que nos alimentamos de Jesus.Os sentimentos de Cristo entram em nós, a vontade d’Ele entra em nossa vontade e começamos a fazer parte da vida em Deus.Não podemos materializar o que é eterno, não podemos transformar os elementos humanos naquele alimento que é para a nossa eternidade, porque quando cremos em Jesus e d’Ele recebemos a vida eterna, é porque o selo da eternidade já está em nós.Quando fomos marcados em nosso batismo com aquela graça, com aquele penhor do Espírito, com o sinal da graça impressa em nossa alma, já fomos marcados para a eternidade! Não podemos perder a graça que recebemos nem desprezar o dom que temos.Há aqueles que não creem, que desprezam, para os quais tudo termina com a morte; quando, na verdade, ela é para nós a passagem, a glorificação do que, na Terra, já começamos a viver.Tenhamos anseio do céu, das coisas celestes, e façamos de nossa passagem na Terra o nosso desejo e nossa busca pela eternidade em que tanto acreditamos!

Seguidores do Google